Arquivo da categoria: Espaço Cultural

Narrativas Do Cárcere, Nesta Quarta No Bonobo.

“As prisões não acabam com os problemas sociais, acabam com seres humanos. A falta de moradia, o desemprego, as drogas, as doenças mentais e o analfabetismo são os problemas que somem da visão do público quando as pessoas que lutam contra eles são postas em jaulas.” – Angela Davis

Vamos nos encontrar e conversar sobre o sistema judiciário e prisional?  O Brasil tem uma das maiores populações carcerárias do mundo e mesmo assim é um dos países com maior índice de criminalidade. Para que servem as prisões? A quem servem as prisões? Como é ser preso?  Polícia, tribunais e prisões servem para reduzir a violência na sociedade?

Venha assistir alguns vídeos e conversar com pessoas que conhecem de perto o sistema prisional, na quinta-feira, dia 03 de maio às 19h.

Vai ter lanche vegano.

Será um evento com corresponsabilidade financeira.

Narrativas Do Cárcere, Dia 03 De Maio.

As prisões não acabam com os problemas sociais, acabam com seres humanos. A falta de moradia, o desemprego, as drogas, as doenças mentais e o analfabetismo são os problemas que somem da visão do público quando as pessoas que lutam contra eles são postas em jaulas.” – Angela Davis

Vamos nos encontrar e conversar sobre o sistema judiciário e prisional?  O Brasil tem uma das maiores populações carcerárias do mundo e mesmo assim é um dos países com maior índice de criminalidade. Para que servem as prisões? A quem servem as prisões? Como é ser preso?  Polícia, tribunais e prisões servem para reduzir a violência na sociedade?

Venha assistir alguns vídeos e conversar com pessoas que conhecem de perto o sistema prisional, na quinta-feira, dia 03 de maio às 19h.

Vai ter lanche vegano.

Será um evento com corresponsabilidade financeira.

Conversa Sobre Privilégio Nesta Quarta No Bonobo

racismo, machismo, homofobia, xenofobia, capacitismo, transfobia, especismo, etarismo, sexismo. Quais são os teus privilégios? Como destruí-los?Racismo, machismo, homofobia, xenofobia, capacitismo, transfobia, classismo, gordofobia, especismo, etarismo. Quais são os privilégios que te beneficiam às custas da opressão de outras pessoas? O que podemos fazer a respeito?

No dia 17 de janeiro, a partir das 19h, vamos nos encontrar no Bonobo e conversar sobre como algumas pessoas tem o seu caminho facilitado por privilégios entranhados na nossa cultura, enquanto outras encontram obstáculo atrás de obstáculo ao longo de todo o seu caminho.

Vai ter lanche vegano para que possamos debater de barriga cheia! Evento com corresponsabilidade financeira, ou seja, cada pessoa colabora com o quanto pode, compartilhando a responsabilidade de arcarmos com os custos da realização do evento.

Privilégio, Roda De Conversa, Dia 17/01

racismo, machismo, homofobia, xenofobia, capacitismo, transfobia, especismo, etarismo, sexismo. Quais são os teus privilégios? Como destruí-los?Racismo, machismo, homofobia, xenofobia, capacitismo, transfobia, classismo, gordofobia, especismo, etarismo. Quais são os privilégios que te beneficiam às custas da opressão de outras pessoas? O que podemos fazer a respeito?

No dia 17 de janeiro, a partir das 19h, vamos nos encontrar no Bonobo e conversar sobre como algumas pessoas tem o seu caminho facilitado por privilégios entranhados na nossa cultura, enquanto outras encontram obstáculo atrás de obstáculo ao longo de todo o seu caminho.

Vai ter lanche vegano para que possamos debater de barriga cheia! Evento com corresponsabilidade financeira, ou seja, cada pessoa colabora com o quanto pode, compartilhando a responsabilidade de arcarmos com os custos da realização do evento.

Redução De Danos, Quarta, Dia 13/12

Não só crack, cocaína e outras drogas ilícitas, mas também café, cigarro, álcool, até mesmo redes sociais e smartphones. Todas as pessoas tem um vício. Como podemos diminuir o impacto dele nas nossas vidas?

Essa é a proposta desse encontro. Após a explanação e a apresentação de uma pessoa especialista no assunto tanto no ponto de vista teórico quanto prático formaremos uma roda de conversa aberta.

Teremos lanche vegano e bebida para compartilhar.

Evento com corresponsabilidade financeira, contribuição espontânea, consciente e possível, sendo o possível diferente para cada pessoa.

Te esperamos!

Quarta-feira, 13 de dezembro das 19:30 às 22:00

Cinedebate: O Filme Dos Animais, Domingo 5/11

Neste domingo, dia 05 de novembro, será exibido pela primeira vez em português (até onde sabemos) O Filme dos Animais (The Animals Film, 1981), um dos primeiros documentários a tratar de libertação animal. A seguir faremos uma roda de conversa para debater o filme, o especismo e a libertação animal.

A atividade faz parte da Semana de Ação Contra o Especismo, que acontece de 30 de outubro a 5 de novembro em todo o mundo, para lembrar a morte de Barry Horne, ativista que deu sua vida pela libertação animal, e todas as vítimas do especismo.

A atividade começa às 17h e tem entrada franca.

Haverá pizzinhas de carne de jaca a R$10 a unidade.

 

Cinedebate Sobre Especismo Nesta Sexta No Bonobo

Nesta sexta-feira, às 19h, tem cinedebate sobre especismo no Bonobo. Como parte da programação da Semana de Ação Contra o Especismo, faremos uma exibição do documentário Terráqueos seguida de uma roda de conversa sobre especismo e o que podemos fazer a respeito.

É um momento para quem ainda não sabe muito sobre o tema se aprofundar. E se você já sabe o que é especismo e luta pela libertação animal, venha e traga alguém que ainda não viu o filme e não refletiu sobre o especismo – mas se não tiver ninguém, venha igual, é um momento para reflexão sobre o impacto que temos e como podemos fazer mais pelos animais não-humanos.

A partir das 19h, ENTRADA FRANCA. Para quem tiver fome, vai ter pizza brotinho e esfiha de zaatar livres de crueldade!

 

Semana De Ação Contra O Especismo

VOCÊ SABE O QUE É O ESPECISMO?

Especismo é a ideia de que uma espécie, no caso a humana, não precisa levar em consideração os interesses de indivíduos de outras espécies e portanto tem o direito de explorá-los, escravizá-los e matá-los por considerá-los inferiores.
Do dia 30 de outubro ao dia 05 de novembro várias atividades estarão acontecendo na cidade! Olha a programação:

Solidariedade Com Todas Pessoas Que Lutam Pela Liberdade

Quando a polícia utiliza a posse de livros e outros materiais políticos como “evidências” de crime, quando inventa que materiais recicláveis são ingredientes para construção de impossíveis artefatos incendiários, nenhuma pessoa que preze pela liberdade deve ficar passiva. É muito comum que as pessoas pensem que nunca terão problemas com a polícia, pois não fazem nada de errado. Mas quando a polícia começa a perseguir idéias – e, tendo a história como testemunha, sabemos que ela invariavelmente irá perseguir idéias que ameacem o status quo – ninguém está a salvo.
De fato quando, na última quarta-feira, a polícia cumpriu 10 mandados de busca e apreensão e rotulou diversos grupos libertários de Porto Alegre como “quadrilheiros do mal”, ela atacou todas as pessoas que acreditam na liberdade. Um desses grupos, por exemplo, é o pessoal da Ocupação Pandorga, que promove atividades culturais, circenses e que realiza trabalho com as crianças da comunidade vizinha, Cabo Rocha. Outro “quadrilheiro do mal”, o Instituto Parrhesia, trabalha na defesa dos direitos humanos e já foi inclusive homenageado pela Associação de Juízes do Rio Grande do Sul (AJURIS). Vivemos uma perseguição política que coloca em xeque todas as pessoas que sonham e principalmente as que lutam por um mundo mais igualitário, livre e justo.
O anarquismo é historicamente alvo de perseguição por todos os tipos de governo, por todos estados, sejam eles ditaduras ou democracias, capitalistas ou comunistas, pois o anarquismo é a busca pela liberdade, pelo fim de toda e qualquer opressão. Então é óbvio que os estados, cujo principal papel é controlar e oprimir, irão sempre perseguir anarquistas.
Quem anseia por liberdade não pode ficar impassível quando outras pessoas são punidas por terem ousado buscar essa mesma liberdade. Se fizermos isso, seremos cúmplices de nossos opressores. A perseguição política que companheiras e companheiros anarquistas estão sofrendo é uma perseguição a todas as pessoas que acreditam na liberdade. Liberdade real, não liberdade de consumo ou de voto que tentam nos fazer acreditar que é toda liberdade a que temos direito. 
Toda solidariedade às pessoas que lutam e por isso são perseguidas pelo Estado! O sonho da anarquia jamais morrerá enquanto formos capazes de sonhar!

 

Solidariedade Com Mumia Abu-jamal: Cinedebate Nesta Quinta!

Cine-debate em solidariedade a Mumia Abu-Jamal e pela liberdade de todos e todas as presas políticas nesta quinta-feira, 19 de outubro. Será exibido o documentário MOVE (49m), seguido de uma roda de conversa. 
Mumia Abu-Jamal é jornalista e militante negro anti-racista estadunidense. Ex-integrante dos Panteras Negras e apoiador da organização MOVE, Mumia foi preso em 9 de Dezembro de 1981, sob a acusação de ter assassinado o oficial de polícia Daniel Faulkner, na Filadélfia. Ao longo de 20 anos de uma incessante batalha judicial, repleta de apelos por um julgamento justo por parte de personalidades e milhares de manifestantes, e apesar da constatação de inúmeras irregularidades em seu processo, a data de sua execução foi várias vezes marcada e depois suspensa. Por mais que as autoridades tentem tratá-lo como um criminoso comum, Jamal é atualmente, o único prisioneiro político dos Estados Unidos condenado à morte, embora não tenha sido o primeiro.
MOVE é um documentário sobre a Organização MOVE e a repressão que sofreram com as políticas racistas e brutais do departamento de polícia da Filadélfia e o sistema de justiça dos EUA. MOVE é uma organização revolucionária criada nos EUA que luta para proteger toda a vida pela difusão de informações e de resistência contra os sistemas que prejudicam a vida.  Eram ativistas que lutavam contra o racismo e a favor de questões ambientais muito antes do mainstream assumir tais questões. Em suas palavras: “A palavra MOVE não é um acrônimo. Ela significa exatamente o que diz:…. Movimentar, trabalhar, gerar, ser ativo. Tudo que é vivo se move. Se não o fizesse, estaríamos estagnados, mortos. Movimento é o princípio da vida. ”  Por causa de sua postura inequívoca, o grupo têm sido constantemente perseguido pelo sistema. A perseguição passou de espancamentos para ataques armados, e depois para o bombardeamento de suas casas. 
A atividade acontece a partir das 19h no Bonobo, na Rua Castro Alves, nº101, em Porto Alegre, RS. ENTRADA FRANCA.
19h – Abertura e confraternização
20h – Exibição do documentário MOVE
20h50 – Início da roda de conversa