Hoje (sábado 17/7) Não Abriremos…

…porque tem gente morrendo de frio e tem gente que prefere deixar seus imóveis caírem aos pedaços do que emprestá-los a quem não tem, enquanto a maioria das pessoas passa, olha e segue reto; porque nunca houveram tantas catástrofes climáticas e seguimos medindo nosso “desenvolvimento” com o crescimento das vendas de automóveis; porque o ser humano nunca trabalhou tanto mas segue acreditando que “criar mais empregos” é algo bom, ao invés de compartilhar o trabalho e os seus frutos; porque o trânsito nunca foi tão cruel e desumanizante e todos seguem achando que duplicar avenidas vai resolver; porque há secas ou inundações por todo o lado e seguimos modificando curso de rios, desmatando, e inundando lares de pessoas e de animais a fim de construir mais hidrelétricas para que possamos gastar nosso dinheiro suado em mais produtos que não precisamos (nem nos farão mais felizes) e que vão acabar nos causando câncer; porque seguimos votando como bons cordeirinhos que somos e achando que desta vez, esse candidato vai fazer a diferença (não fará); porque prisões e polícia foram feitas para conter os pobres que ousam reivindicar uma fatia do bolo; porque tá tudo uma grande porcaria e todos seguimos vivendo como se se continuarmos trabalhando vai tudo dar certo e o mundo vai entrar nos eixos, sem nos dar conta que somos nós que transformamos o mundo com nossas rotinas.

NÃO, NÃO e NÃO.

Hoje não.

Mostra De Ciclodocumentários

Segunda-feira, dia 21, terá a 1a. Mostra de Ciclodocumentários de Porto Alegre. Serão exibidos documentários curta e média duração que tratam do transporte urbano com ênfase na bicicleta como solução.

A projeção dos filmes começa às 20h, aqui no Bonobo. Não precisa pagar nada para entrar. É só chegar, sentar, assistir e no final trocar uma idéia, bater um papo.

Quem vier de bici, ganha um abraço!

Sobre Cidades E Comidas…

Esse bolo bonitão da foto aí em cima (créditos à Ieve) foi o bolo-sem-preço da última quarta-feira, que fez o maior sucesso. O bolo realmente estava gostoso, mas o mais especial dele é que ele foi feito com frutas (bergamotas e pimenta-rosa) colhidas no dia, aqui na própria zona central de Porto Alegre.

A cidade está cheia de árvores frutíferas e outras plantas comestíveis que são mal aproveitadas – e poderia ter muito mais se não gastássemos nossos recursos plantando plantas simplesmente ornamentais (qual planta não é ornamental?). Imaginem se todas as ruas fossem repletas de laranjeiras, limoeiros, bergamoteiras, araucárias, goiabeiras, araçá, abacateiros e pitangueiras, se ao invés de flores as pessoas plantassem chás e ervas aromáticas (a cidade seria muito mais perfumada e deliciosa), se ao invés de heras, plantássemos pés de maracujá e de batata-cará.

Isso não só é possível, como basta termos vontade para fazermos – já tem muita gente fazendo! Sementes são gratuitas e vêm com toda fruta que você compra, você encontra elas até no lixo. E espaço é o que não falta, a cidade está cheia de canteiros abandonados e mal aproveitados, quintais negligenciados. E se não tem canteiros, vamos criá-los! O concreto existe para ser quebrado.

Com pouco tempo e esforço você também pode cultivar plantas na sua casa ou apartamento, mesmo que tenha pouco espaço.

A natureza nos dá alimento de graça. Vamos aproveitar, semear e distribuir os frutos.

Se não nós, quem? Se não agora, quando?

Receita:
Bolo de Bergamota e Pimenta Rosa

Ingredientes:
2 xic. de farinha integral
1 xic. de açúcar mascavo
1 xic. de suco de bergamotas
1/2 xíc. de óleo
1 col. sopa de fermento químico
1 pitada de sal
Casca de uma ou duas bergamotas picada finamente
Pimenta-rosa moída a gosto (1 col. de sopa é bom)

Modo de Fazer:
Misture todos os ingredientes secos em uma tigela. Em outra tigela, misture todos os ingredientes líquidos e a casca das frutas. Unte bem com óleo uma forma de bolo no seu formato favorito. Ligue o forno em temperatura média. Vire os líquidos na tigela dos secos e misture suavemente até que toda a farinha esteja bem úmida. Despeje na forme e leve ao forno.

Espere pelo menos 20 minutos antes de abrir o forno. O bolo estará pronto quando você enfiar um palito nele e ele sair limpo.

Se vocês quiserem dicas de jardinagem, aqui na biblioteca do café temos alguns livros que falam do assunto, ou falem conosco.

Restaurante vegano e espaço cultural libertário.